Enografia Internacional

Vinho no Mundo

A Enografia Internacional leva-nos √† descoberta das regi√Ķes vin√≠colas do mundo, das vinhas que a√≠ se cultivam, dos vinhos e das regras de protec√ß√£o da sua qualidade.

Enografia Internacional


Vinha e vinho no mundo

Cultivo do parafuso √© poss√≠vel pela presen√ßa de condi√ß√Ķes clim√°ticas adequados, o que garantiu que existem √°reas muito espec√≠ficas no mundo em que o viticultura √© poss√≠vel. Ao contr√°rio de outras bebidas fermentadas (cerveja em primeiro lugar), a delicadeza da mat√©ria-prima e a necessidade de proceder √† transforma√ß√£o no local fazem com que os pa√≠ses onde se encontram estas zonas sejam tamb√©m os grandes produtores de vinho. O intervalo de latitude em que a videira pode ser cultivada varia de 30 a 50 ¬į norte e por 30 a 40 ¬į sul, com exclus√Ķes significativas devido aos v√°rios fatores que, em termos de varia√ß√Ķes c√≠clicas anuais, s√£o os que mais influenciam safras vin√≠colas.



Produção mundial de vinho

It√°lia Al√©m do mais (primeiro pa√≠s com cerca de 40 milh√Ķes de hl), os principais pa√≠ses produtores de vinho s√£o (dados em milh√Ķes de hl, fonte OIV 2017): Fran√ßa (38), Espanha (33), EU (21), Austr√°lia (14), Argentina (12), √Āfrica do Sul (11), Chile (10)Germania (8), Portugal (7), Nova Zel√Ęndia (3).

O mercado do vinho

√Č √≥bvio que os maiores produtores tamb√©m s√£o importantes pa√≠ses consumidores de vinho. O efeito combinado dos h√°bitos de consumo e tamanho do mercado faz com que o EUA s√£o todos primeiro lugar com 32 milh√Ķes de hl, seguido por Fran√ßa, It√°lia, Germania, China, Gr√£-Bretanha etc. Em termos de consumo m√©dio anual per capita, ficamos em primeiro lugar i franc√™s com Litros 45, ent√£o eu portugu√™s com 38, o italiano com 36, o Tedeschi com 23, o americanos com 10 e chin√™s somente com 1. O efeito do n√ļmero de habitantes sobre o consumo total √© evidente: uma mudan√ßa nos h√°bitos de consumo mesmo de uma pequena parte dos consumidores chineses teria efeitos importantes sobre os volumes exportados pelos pa√≠ses produtores.



Cultura do vinho

A cultura do vinho como a conhecemos hoje nasceu certamente em Fran√ßa. √Č tamb√©m respons√°vel pela difus√£o mundial de todos os mais importantes. variedades de uva internacionais e a defini√ß√£o de pr√°ticas enol√≥gicas de vanguarda, ent√£o exportadas para todo o mundo. Esta lacuna foi parcialmente preenchida pelos pa√≠ses mais pr√≥ximos em termos de cultura e tradi√ß√Ķes, ainda que em termos de volumes de vinho de qualidade continue a ser consider√°vel. EU'It√°lia chegou a super√°-lo em termos de volumes e n√ļmero de denomina√ß√Ķes de origem (408 PDO e 118 IGP contra 360 DOP e 75 IGP), mas permanece destacado em termos de valor de produ√ß√£o. Seguindo para o velho mundo os pa√≠ses com as maiores tradi√ß√Ķes vin√≠colas s√£o os Espanha e Portugal em seguida, seguido por todos os outros que t√™m √°reas inclu√≠das na faixa de latitude vista acima.


Clima de produção e tipicidade

A peculiaridade das produ√ß√Ķes europeias reside na sua tipicidade, estar ligado ao alto n√ļmero de esp√©cies de videiras aut√≥ctones, ausente nos pa√≠ses do novo mundo, onde a produ√ß√£o se concentra em variedades de uva internacionais, principalmente de origem francesa. Nestas √°reas a personalidade dos vinhos est√° mais ligada a fatores clim√°ticos e estilos de produ√ß√£o locais isso n√£o √© ai videiras utilizado, e esta menor ancoragem com a tradi√ß√£o resulta numa maior capacidade dos produtores do novo mundo para adaptar os vinhos √†s tend√™ncias dos mercados mundiais. Dependendo da origem dos vinhos, em geral descobrimos que:


  • Le regi√Ķes a tempo mais fresco (Especialmente a Europa Central, incluindo algumas regi√Ķes da Fran√ßa) s√£o mais adequadas para a produ√ß√£o de espumante e vinhos brancos geralmente caracterizado pelo frescor (acidez) E perfumes delicado;
  • Em regi√Ķes de clima temperado os vinhos brancos e tintos s√£o produzidos com um espectro bastante amplo de caracter√≠sticas organol√©pticas e altamente vari√°veis ‚Äč‚Äčcom os estilos de vinifica√ß√£o locais;
  • em pa√≠ses a clima quente os vinhos produzidos, tanto brancos como tintos, s√£o caracterizados por maiores suavidade e corpo e seu conte√ļdo √°lcoolem consequ√™ncia do teor de a√ß√ļcar dos mostos, tende a ser mais elevado.


Adicione um coment√°rio do Enografia Internacional
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.